2012-05-30

Como espanhol para português

Há um efeito fascinante de se ler um bom livro em espanhol (e eu já não lia livros em espanhol desde a medicina legal da faculdade): o português renasce, cada palavra é uma proposta nova, e então pergunta-se: a sério, acham mesmo que vou perder tempo a preocupar-me com um acordo ortográfico quando para mim são boas todas as propostas de todos os portugueses, todas as propostas de todas as línguas que bebem das mesmas origens?

PG-M 2012

1 comentário:

Fátima Laouini disse...

A questão do AO já cansa. Siga que a vida e a língua não vão acabar. E o que verdadeiramente importa não está em causa. De longe.