2012-05-01

cortamos os dois, meu amor

subitamente a urgência de um poema liminar ao centro da dolência
subitamente a urgência de um poema laminar ao centro da decência
subir-te à mente a agência dos dilemas capilares ao centro da demência
no teu quarto a gilette de escrever e a máquina laminar
com cuchilas nas vogais e tesouras consoantes
e o povo sem saber se do hospital declaras
o louco que ao espelho veio a ser calvo escritor
ou o escritor
que louco emergiu de uma cabeça a  espelhar
a súbita urgência de um poema liminar


não há no mundo redondilha que nos salve em mal menor
cortamos os dois, meu amor

PG-M 2012
fonte da foto: making of do filme "Camino": na imagem o realizador Javier Fessr e a actriz principal Nerea Camacho

4 comentários:

Fátima Laouini disse...

Pedro, gostaria mesmo muito que lesse este meu texto. Porque lembrei-me do Ignorância:)
http://aefectivamente.blogspot.pt/2012/05/aos-bons-livros.html

Obrigada e desculpe se o lembrei erradamente:)

Pedro Guilherme-Moreira disse...

Já li e comentei, embora o seu comentário tenha aqui entrado fora de tema:). Mas agradeço sempre as (boas) sugestões. Obrigado, Fátima.

Fátima Laouini disse...

Eu sei que entrou fora de tema. Mas li o post. Leio todos, apesar de não os comentar todos. :) Não vou repetir, prometo:)
Apenas lhe digo que esta imagem e post me tocaram...

Pedro Guilherme-Moreira disse...

esteja à vontade, Fátima:). P