2012-05-29

Saltem o ecrã e venham a mim os meus heróis (a 10 de Junho, ao ar livre, Porto)

Este blogue tem um audiência média caseirinha, que anda entre as cem e as duzentas visitas por dia, às vezes pouco menos, às vezes pouco mais. Dos "seguidores" inscritos, desconheço 90%, mesmo virtualmente, e, se é verdade que gosto pouco da ideia de sair da "toca", mais verdade é que não gosto de sair sem razão. Tendo já tido um convite da Feira do Livro de Mirandela, que muito me honrou (é a primeira vez que me vão pagar alguma coisa por actuar como escritor - e, mesmo que seja a estadia, é uma excelente prática) para o dia 9 de Junho de 2012 (Sábado - os transmontanos e quem estiver de férias nessa zona, que apareçam), a minha editora convidou-me para estar presente no dia 10 de Junho de 2012 (Domingo, 16h-18h) ao lado do João Ricardo Pedro e da Maria do Rosário Pedreira no espaço Leya da Feira do livro do Porto. Sou repetente, pois, no dia de Portugal (o ano passado já lá estive neste dia). Este ano não vou aborrecer quem lá foi no ano passado, mas é uma oportunidade para virem a mim os que tanto me dão, ou seja, os leitores - não só do livro, mas especificamente deste blogue - a quem ainda não me apresentei. Quando eu digo que é para mim uma verdadeira honra não estou a fazer conversa. Acreditem ou não, olho os leitores de baixo para cima. Almejo a tal humildade, a tal entrega ao outro e ao que ele cria. É por isso que os meus leitores são literalmente os meus heróis, e não há experiência mais grata na visibilidade acrescida que o livro publicado na Dom Quixote me deu. Assim, gostava que planeassem  a vossa vida para me virem dar um abraço nesse Domingo, dia 10 de Junho, no Porto. Ficar-vos-ia muito grato e não precisam de comprar nada:). Mas também podem. Mas não precisam. Mas podem. Mas não precisam. Mas:))).

PS: ah, e para lá do Marão, mandam-me a Mirandela dia 9:). Quem andar por lá, apareça na Feira do Livro, junto ao rio.


Pedro Guilherme-Moreira 2012
Foto da feira do livro do Porto do ano passado

3 comentários:

Unknown disse...

Passei ao de leve na Feira do Livro do Porto a 10 de Junho. Boa hora!
Sem querer fazer muito ruido, porque apenas agora descobri o Pedro Guilherme-Moreira, mas lendo este trecho, que fique aqui confirmadíssimo que “:
Quando eu digo que é para mim uma verdadeira honra não estou a fazer conversa. Acreditem ou não, olho os leitores de baixo para cima.” Tenho que atestar aqui a verdade desta afirmação, tal a humildade, boa disposição e empatia que provoca nos que se lhe dirigem. E eu, que não comprei nada ….
Cump
MJQ

Unknown disse...

Passei de leve na Feira do Livro do Porto a 10 de Junho. Boa hora!
Sem querer fazer muito ruido, porque apenas agora descobri o Pedro Guilherme-Moreira, mas lendo este trecho, que fique aqui confirmadíssimo que “:
Quando eu digo que é para mim uma verdadeira honra não estou a fazer conversa. Acreditem ou não, olho os leitores de baixo para cima.” Tenho que atestar aqui a verdade desta afirmação, tal a humildade, boa disposição e empatia que provoca nos que se lhe dirigem. E eu, que não comprei nada ….
Cump
MJQ

Pedro Guilherme-Moreira disse...

Fiquei um bom bocado a reler as suas palavras, MJQ.Não há melhor momento para quem anda nisto. E são palavras que me fazem alargar o que citou - é é destinado aos leitores - aos visitantes. Quem me visita tem sempre esse calor, desde que a saúde me permita estar em condições de estar presente. Esta vida são dois dias, caramba. Muito obrigado. PG-M